i'm gabu

O Orfanato / Vol. 1

| |


  "Vou manter o blog atualizado" pensei no começo de ano, já passamos a metade e só fiz dois posts. Muito que bem. Se fosse só isso que eu estivesse deixando de lado esse ano eu ficaria feliz, mas agora tem que estudar pra enem/vestibular/concurso e vou tentar postar com mais frequência pra treinar produção textual e principalmente meu português, que estão sofríveis.
  A resenha de hoje é da primeira parte de um livo que meu amigo está escrevendo, se ele não vai divulgar tem quem divulgue, depois mando o boleto. Quem gosta de investigação, vários toques de sobrenatural e xingar os personagens, recomendo continuarem o post.



As músicas a seguir tem relação com a história



Título: O Orfanato
221 páginas
Capítulos: 10
Idioma: Português
Autor: Tom Firmiano/Victor Galehouse/Qualquer outro pseudônimo
que tenha sido trocado até o dia que você leu esse post
Gênero: Sobrenatural, Investigação, Fantasia, Ficção
Onde comprar: Amazon

- Se o demônio existe, por que não eu, um de seus filhos?"
  O Mal nunca nasce sozinho. Um antigo orfanato com passado sombrio é novamente terreno para o despertar de um mal há muito adormecido. Quando órfãos do local se vêem como peões de um jogo macabro em que as apostas são suas vidas, precisam usar de seus instintos e de uma ajuda sobrenatural para se salvarem e descobrirem o segredo do orfanato. Seria sensato se arriscar por esses segredos ou morrer seria a melhor opção?


  Só não falo que acompanhei o projeto desde o início porque teve um rascunho das ideias antes delas serem transformadas em história de fato, mas foram nove longos meses cobrando capítulos novos, mandando feedback construtivo ou apenas comentários hateando personagens, que no final das contas valeu a pena.

  A temática já me prendeu desde o inicio, um ambiente de orfanato com jovens fora dos padrões de normalidade vivendo relativamente felizes até o momento que algo inesperado e os poem em modo de alerta (ok, isso soou meio clichê). 

  O simples fato de que coisas macabras e sobrenaturais acontecem ao redor deles sem que eles saibam, mas que mesmo assim sentem que algo está estranho é viciante, me fazia devorar os capítulos o mais rápido possível.



  O autor criou um ambiente bem diversificado e movimentado para essa história, que ajuda a contar a história de diferentes pontos de vista e evita ela se tornar repetitiva e cansativa, mas isso não vai lhe impedir te ter uns núcleos favoritos e passar rapidinho por outros por odiar certo personagem.

  Sobre "Odiar personagens": Isso vai ser um fato recorrente. Não pense que vai ler um Nicholas Sparks ou John Green, n'O Orfanato a moralidade e ética dos personagens e situações são bem extremas chegando a pontos de deixar o leitor desconfortável com a situação, como traições, mutilações, assassinatos e o mais perverso de todos: Cachorros mortos.

  O volume 1 foi finalizado e publicado recentemente, começa com introdução dos personagens e termina deixando um enorme gosto de 'quero mais' motivado pelos grandes eventos que veremos no Vol 2. É uma leitura rápida, empolgante e aproveita pra comprar que está barato.

Quem não hatear Enzo e Miguel e amar Miranda já não ganha meu amor.


Nenhum comentário, seja o primeiro

Postar um comentário