i'm gabu

Favoritos do Kpop ~ Janeiro

| |


Hey Pessoal
  Depois de muito tempo sem entrar no blog novamente eu retorno. Pra quem talvez lembre demim, aqui era o antigo Sou o Byel que sofreu uma enorme reforma e se transformou nisso que você está vendo agora. Espero não fazer como das outras vezes e falar que voltaria mas desistir na primeira semana, já tenho alguns posts agendados e outros em mente. Quero compartilhar com vocês agora a mente de um Gabriel de 19 anos D: mas os posts do Gabriel de 14 aos 16 anos ainda estão por aqui. Enfim, explicações dadas vamos ao post.
  Quero postar em todo começo de mês os meus favoritos do mês anterior, seja música, séries ou o que for que se acumulou durante um mês todo sem eu citar. Começarei listando o que o kpop ofereceu de melhor em janeiro, na minha opinião. Mas eu sei fazer critica de músicas? Não. São apenas curtas descrições do porquê eu gostei e escolhi as músicas citadas abaixo, espero que gostem.




Dalshabet [05/01]
Muitos viraram a cara para o revamped das Wonder Girls, inclusive eu, mas depois que dei uma chance para o Reboot e seu som oitentista me surpreendi. E parece os produtores de kpop também, já que estão apostando em sons retros. Que no caso de Someone Like U do Dal Shabet funcinou perfeitamente bem. O instrumental e vocais são uma delicia de ouvir e virou automaticamente minha favorita do grupo, que em 2016 deu um revamped e voltou com apenas quatro integrante like wonder girls


CocoSori [05/01]
Não, não é Orange Caramel e nem um mv de jpop. CocoSori é a nova aposta espalhafatosa e com visual excêntrico que devemos amar. Começando pelo fato delas se chamarem Coco e Sori. Dark Cicle parece uma abertura de anime dos anos 80/90 com uma guitarra que da todo o charme e diferencial dos outros atos do kpop, e não podemos esquecer o MV que se resume em elas cuidando de uma plantação de brócolis para depois usarem o brocolão musculoso aliás quero para tratarem das suas olheiras. Se não me engano elas também estão atacando de youtuber


Stellar [18/01]
Se Stellar existe, graças a deos porque existe. Desde que soube que Stellar iria voltar com um mini depois da magnífica Vibrato eu fiquei ansiosíssimo para ver qual seria o novo deboche contra os netizens, que foi entregue de maneira clara e objetiva no mv de Sting. Como de costume Stellar libera uma musica mais dançante seguida de uma mais leve, mas Sting não é sem graça, longe disso. Ela é animadinha e a coreografia faz você querer imitar os passinhos do refrão.



The Legend [21/01]
Nunca ouvi falar de The Legend, até achar a música aleatoriamente no YouTube. Crush On You é mais uma das músicas seguindo a linha dos instrumentais retrôs misturando umas guitarras com sintetizadores e os raps básicos de kpop, mas pra mim funcionou muito bem. O mv é mais também segue a linha de alguns com essa temática e abusa das luzes neon para passar a atmosfera de disco dance.



Gfriend [25/01]
Para encerrar a trilogia do colegial começada no debut com Glass Bead e seguida do sucesso Me Gustas Tu, as GMigas lançam sua música mais épica intitulada de Rough. É lindo ver um grupo que só aumenta o nível desde o debut beijo CLC e entregam essa música banhada dos arranjos mais pesados como solo de guitarra e high notes em uma simplicidade e talento sem igual. É de se apaixonar. Sobre a trilogia colegial eu encaro cada comeback como uma ano do colégio/ensino médio 1º, 2º e 3º ano, mas estão falando que o que elas representam é o inicio do ano, férias e encerramento das aulas. Qual a sua interpretação dessa trilogia colegial?
PS: Rough garantiu o 1st Win da carreira do GFRIEND, olha que fofa a reação delas [@]


Zico [25/01]
Parece que o senhor Zi-a-co esqueceu dos colegas do Block B e está lançando solos adoidado. Ano passado durante e depois do Show Me The Money ele lançou vários singles culminando no primeiro mini solo e agora em 2016 ele volta com I am you, You are me, uma mid-tempo gostosissima com vocal meio sussurrado e clipe conceitual, mostrando que ele e a mina do mercadinho são um só.


IMFACT [27/01]
A nova aposta da Star Empire (Nine oito Muses e ZE:A) debutou com a viciante Lollipop (deve ser o nome de música mais usada no kpop) e com um mv ambientado em uma escola coloridissima com cores pastel e uma cena de fan servise no vestiário que eu simplesmente adorei. Apesar do saxofone ser a moda levada ao esgotamento ano passado, acaba funcionando muito bem aqui com as batidas de mixagem, é daquelas musicas pra chamar o pessoal pra pista.


Yezi [28/01]
Seguindo a onda Zico, Yezi aproveta o buzz do Unpretty Rapstar para lançar seus solos. Cider é aquele rap com batidão e refrão chiclete que todos adoram, lembra até um pouco o instrumental de Puss da Jimin, mas Yezi não tem uma voz tão irritante. Mentira, te amo Jimin. No MV ela segue uma linha mais direta do que Stellar e não usa de metáforas para mostrar que está pouco se fodendo para a mídia.


Menções Honrosas
Dia 07 teve a volta da deusa Anda com Taxi piada pronta [@], um rap com umas batidas que me lembram Fancy da Iggy Ididiuá. Cross Gene lançou a agitada Noona You [@] dia 21 acompanhado de um mv que mais parece as gincanas do Silvio Santos, e por fim Hi.D debutou dia 27 com Dollar [@], um batidão dos bons pra se acabar nas nights.

Qual deles ouviu ou quais outros indica? Deixe nos comentários

2 comentários, comente também!

  1. AMEI FOI É FORTE ESSA LISTA! Não conhecia o Dollar, mas eu tô gamada com a beleza das gurias, a música nem é lá essas coisas, mas valeu a pena pelas integrantes e pra rebolar o rabo no baile.
    Acho que o que mais gostei desse mês foi Sting, Stellar conseguiu me conquistar ainda mais com esse MV que foi completamente a vibe que eu curto, não teve jeito, amor a primeira "ouvida".
    Yezi, Gfriend e Dalshabet dominaram, agora The Legend merecia mais atenção, a música foi muito boa.

    PS: A piada da Anda nunca fica velha.

    Elfo Livre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado XD
      Sou suspeito a falar de Dollar porque adoro esses batidão de kpop que não é comem de ver nos grupos mainstream e sting também é minha favorita do mês, de todas essas ela é a unica que ouço diariamente.
      Também sou suspeito a falar de Crush on you do The Legend porque amo essa pegada oitentista, mas eles merecem sim hitar um pouquinho.

      Excluir